Vivian Girls – Memory



Retornando como se nada tivesse acontecido, o trio Vivian Girls lançou seu primeiro álbum em 8 anos mantendo tudo que tornava a banda atrativa no seu início. É um trabalho bem linear até, com nada fugindo absurdamente do que elas já faziam, só puxando mais pro lado das influências do grunge e do punk. É como uma banda de punk dos anos 90 passada pelo filtro da tendência de dream pop da nossa década atual.

Parece que o grupo retornou com mais fogo nos olhos, e as músicas se encaixam melhor numa gravação um pouco mais limpa, que é o ponto principal desse álbum. A forma como as canções não perdem sua estética lo-fi, mas são muito mais bem equilibradas em questões de mix e produção mantém o charme da proposta da banda, mas amplifica o efeito quando você consegue ouvir tudo na música direitinho, como em “At It Again”. Porém, nem todas são tão bem cuidadas como essa, então a consistência do trabalho não é uniforme. Mas em momentos que as músicas destoam do resto, compensam de certa forma pela energia, como a abertura “Most Of All”, que além de ser cheia de atitude, consegue ser pegajosa como poucas coisas que o Vivian Girls já fez.

E as variações não ficam só na casa do loud/quiet. Os riffs poderosos de “Sludge”, por exemplo, complementam os vocais suaves de forma estranhamente efetiva, criando uma tensão muito similar ao que o Nirvana fazia, mas remodelado pra não parecer tão fora da curva pra esse álbum. Isso ajuda a não torná-lo totalmente repetitivo, e eu digo “totalmente” pois em alguns momentos acaba acontecendo, e aí se vê que há espaço pra banda continuar crescendo, mas não alcançou totalmente esse potencial ainda.

Sendo um dos melhores álbuns da discografia da banda, Memory prova que, mesmo que a banda tenha parado por muito tempo, ainda existe química entre as integrantes, que montaram um álbum que, mesmo que ainda tenha reflexos de suas limitações, mostra que há espaço pra novas ideias entrarem no som do grupo, e talvez atrair todo um novo público.

OUÇA: “Most Of All”, “Sludge” e “Far Away”

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked