Breakbot – Still Waters


_______________________________________

Still Waters é o segundo álbum de Breakbot – nome artístico do produtor e DJ francês Thibaut Berland -, no qual ele retoma a parceria com Khan-Acito, que já havia participado do álbum anterior anterior de Breakbot, By Your Side (2012). Neste segundo álbum de estúdio, a sensação de estarmos ouvindo músicas que poderiam ter sido lançadas 30 anos atrás permanece – desta vez, com mais vocais presentes em suas músicas.

Considerando que Berland tornou-se conhecido pro seus remixes de artistas como Röyksopp e Digitalism, chega a ser irônico perceber que, assim como muitas das músicas orginadas nos anos 80, as 13 faixas entregues por Berland em Still Waters dificilmente precisariam passar por uma remixagem, pois já compõem a trilha sonora perfeita para uma pista de dança – seja a tal pista desse século ou do anterior. Neste novo álbum, o DJ gaulês continua trazendo pitadas de Justice e Daft Punk ao seu trabalho, embora ele seja ainda mais calcado no funk e groove remanescente de décadas passadas.

Esse segundo álbum de estúdio escapa da problemática de entregar “mais do mesmo” à qual muitos artistas estão presos, principalmente ao investir mais em vocais e não apenas em batidas grudentas. As letras que embalam as canções fazem delas um modelo perfeito das “músicas-chicletes” que se recusam a sair da cabeça de quem ouvi-las. Berland e seus parceiros entregam um bom segundo álbum, de sons dançantes e nostálgicos, (mais) uma ode à disco music, sem esquecer os toques contemporâneos de house e electro.

OUÇA: “2Good4Me”, “Get Lost” e “Man Without Shadow”

Uma quase jornalista, que ama música, cinema e escrita!

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked