Blondie – Pollinator

_______________________________________

Com 40 anos de carreira, Blondie é uma banda que não precisa de apresentação. Pensar em Blondie é pensar imediatamente em “Heart Of Glass” e “One Way Or Another”, músicas cheias de batidas e ritmos contagiantes, com uma sonoridade que não envelhece. Com Pollinator, essa tendência tem continuidade: chega a ser um choque lembrar que Debbie Harry, a icônica blondie, hoje tem 71 anos de idade. Não é uma característica que ela deixa transparecer na voz, porém. O vocal de Debbie tem tanto vigor nas onze faixas deste 11º álbum quanto tinha nos anos 1970.

Em Pollinator, a banda conta com uma série de “convidados especiais”, que aparecem em colaborações ao longo do álbum – os convidados vão de Sia a Joan Jett, de Charli XCX a Johnny Marr. Mas é quando a banda reafirma sua identidade, soando inegavelmente como o Blondie que conquistou seu público – caso de músicas como “Doom Or Destiny” e “Long Time” – que este álbum brilha de verdade.

O que não quer dizer que as parcerias foram um equívoco – há sim, aqui e ali, uma sensação de que talvez falte um pouco de uniformidade ao álbum, mas é algo inevitável, dado a proposta do disco. Nem por isso Pollinator deixa de ser um bom álbum do Blondie – ouvir as onze faixas sem querer sair dançando e cantando junto com Debbie Harry é um desafio e tanto.

OUÇA: “Long Time”, “When I Gave Up On You” e “Love Level”.

Uma quase jornalista, que ama música, cinema e escrita!

Leave a comment

Please be polite. We appreciate that. Your email address will not be published and required fields are marked